puro sertão - Sertanejo

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Prefeito de Nova Olinda é encontrado morto

O prefeito de Nova Olinda, Ronaldo Sampaio (PDT), foi encontrado morto no início da tarde de ontem, nas proximidades da CE-292, a 497 quilômetros de Fortaleza, entre o município e Crato, região do Cariri cearense. O gestor, que estava afastado do cargo por determinação da Justiça, desde junho deste ano, estava desaparecido desde as 9 horas da manhã de ontem.
A Secretaria da Segurança Pública confirmou a morte do prefeito, mas não revelou detalhes afirmando que as investigações estão a cargo da Polícia Civil. Uma das linhas de investigação aponta para a possibilidade de suicídio. Nos bastidores, circula a informação de que o prefeito estaria sofrendo de depressão por conta dos problemas políticos envolvendo seu mandato.
A Câmara Municipal de Nova Olinda havia notificado Sampaio sobre depoimento que ele deveria prestar, hoje, na Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga supostas irregularidades cometidas na administração do município.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS-CE) informou que o delegado Diogo Galindo conduziu os trabalhos no local de crime, assim como equipes da Perícia Forense realizou os procedimentos necessários para investigação do caso.
O jornal O Estado apurou que Ronaldo se dirigia ao Crato na manhã de ontem, acompanhado por sua chefe de gabinete, quando, na altura do sítio Zabelê, ele pediu que parasse o veículo no acostamento. Depois, o prefeito saiu em direção da mata da Floresta Nacional do Araripe, onde desapareceu. Após esperar alguns instantes, a assessora tentou localizar Ronaldo, mas, sem sucesso, recorrendo então à Polícia.
Recentemente, Ronaldo comunicou em sua página pessoal no Facebook sua desistência em concorrer à reeleição nas eleições deste ano. Eleito em 2012, o prefeito afirmou que a decisão foi tomada após ampla reflexão em prol de um projeto que segundo ele, “visa muito além do que interesses pessoais, mas busca alcançar ideal político, que atenda os interesses e necessidades de todos de nossa cidade”, disse Ronaldo Sampaio, nas redes sociais.
Afastamento
Ronaldo Sampaio estava afastado do cargo pela Câmara de Nova Olinda desde 20 de junho deste ano, em meio a um impasse sobre seu mandato. O prefeito era acusado pelo Ministério Público do Estado (MP-CE) de ter contratado irregularmente entre 2014 e 2015 a psicóloga Viviane Chaves dos Santos, que seria uma “funcionária fantasma” da gestão.
Entretanto, no último dia 22 de julho, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu liminar determinando suspensão do afastamento Francisco Ronaldo Sampaio.
Ronaldo Sampaio já havia sido afastado do cargo por decisão judicial em 10 de maio por um prazo de 120 dias. O prefeito recorreu da decisão, e em 17 de junho, conseguiu retornar ao cargo por decisão monocrática da presidente do Tribunal de Justiça do Estado (TJ-CE), desembargadora Iracema do Vale.
De acordo com Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público do Ceará (MPCE), o prefeito cassado contratou um funcionário “fantasma”. Além do prefeito, outras quatro pessoas são investigadas pela prática de improbidade administrativa.
Comando
Com a morte de Ronaldo Sampaio, o vice-prefeito, Elísio Manuel (PMDB), conhecido como “cabeludo”, assumirá o comando do município de Nova Olinda. (Com informações de Amaury Alencar).

Nenhum comentário: