puro sertão - Sertanejo

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Denúncia: Veveu Arruda e Ivo Gomes obrigam funcionários da Prefeitura a trabalhar em campanha

Os moradores da cidade de Sobral denunciam nas redes sociais que o prefeito Veveu Arruda e o candidato a prefeito Ivo Gomes estão obrigando os agentes comunitários de saúde e de combate às endemias a trabalharem em horário de expediente em sua campanha política e adesivaço de carros.

Segundo informações, não são somente os agentes comunitários que são vítimas, mas outros servidores, os que mais sofrem com o assédio, são os da pasta da Saúde e da Educação. Além disso, quem se recusar a aderir à campanha da oligarquia Ferreira Gomes, já está avisado, será demitido. O assunto é bem conhecido por todos na cidade e parou na Câmara de Vereadores de Sobral (CMS).

Nas últimas três sessões legislativas, o assédio sofrido por funcionários da prefeitura foi denunciado pelo Presidente da Casa, Zezão Ibiapina (PMDB), além dos vereadores Júnior Balreira (PMDB) e Fredim do Jaibaras (PMDB). Segundo Zezão, quatro garis que se reusaram a participar de eventos foram demitidos sem aviso prévio ou esclarecimento dos motivos das demissões.

Além disso, durante o primeiro ato de campanha de Ivo Gomes, um adesivaço ocorrido na terça-feira (16), das 8h às 12h, uma série de funcionários da Prefeitura de Sobral foram flagrados adesivando seus veículos com material do candidato de Veveu Arruda, no horário do expediente.

A campanha mal começou e o grupo Ferreira Gomes já coleciona crimes eleitorais, como: uso de funcionário público em horário de expediente na campanha eleitoral e demissão em período eleitoral, com pena de cassação do registro da candidatura.

Fonte:Sinhé Sabóia

Nenhum comentário: